Como fazer um casamento verde / ecológico

Todos os noivos pretendem um dia de casamento especial e que reflita a sua forma de estar na vida. Uma das grandes formas de demonstrar a posição dos noivos na vida é através de um casamento verde. Esta é uma forma de demonstrar aos amigos e familiares como um estilo de vida pode ser marcante.

Anéis e alianças de casamento

Um casamento verde e socialmente responsável implica ter elementos que não sejam nocivos ao meio ambiente e que respeitem as regras do socialmente responsável. Os chamados diamantes de sangue – diamantes sem certificado –,  são obviamente um grande não num casamento verde.  Existem opções aos diamantes ou ouro que não são oriundos de zonas de guerra, nem de escravidão: anéis vintage ou em segunda mão, uma aliança da avó ou de família, serão sempre uma opção que, para além de não contribuir para uma vida no planeta mais injusta, adiciona mais significado e simbolismo ao casamento. Os diamantes criados em laboratório, ou o ouro reciclado são também outra opção muito mais em conta e responsável socialmente.

Local do casamento

A escolha do local da festa do casamento também deve refletir um casamento verde, por isso, é importante que seja um espaço ou quinta que preze as condições de um local natural e ecológico. Escolham um local que evite ao máximo a deslocação de convidados, evitando os gastos e poluição que implica um casamento distante da residência da maioria dos convidados. Optem pela cerimónia e receção/copo d’água no mesmo local. Optem por um museu, local histórico, ou numa instituição em que o lucro do aluguer reverta para fins não lucrativos. Se escolherem um local ao ar livre para celebrar o casamento, será ideal, e os custos com a decoração serão bem menores. Chegar ao local da receção num carro híbrido, ou até de bicicleta, será uma opção bastante expressiva de um casamento verde.

Convites de casamento

Os convites de casamento devem ser a primeira coisa que apresenta um casamento. Portanto se o que se pretende é um casamento verde, os convites devem ser impressos em papel reciclado e impressos com tinta ecológica, como uma tinta à base de soja. Papéis que não levem na sua composição plástico, ou tenham características que não permitam a sua reciclagem, devem ser evitados. Em vez de enviarem diversos cartões separados tentem colocar toda a informação acerca do casamento no mesmo papel.

Despedidas de solteiro/solteira

Celebrar uma despedida de solteiro /solteira a ajudar os outros pode não ser a típica despedida de solteiro/solteira, mas poderá ter muito mais significado. Planear um fim de semana de voluntariado, nem que seja numa instituição local e levar as amigas ou amigos para ajudar pode ser um gesto muito bonito e, acima de tudo, mais valorizado que qualquer outro. Se não dispensam a famosa festa, então o ideal é optarem por um restaurante de comida orgânica, usarem o mínimo possível o carro para deslocações e celebrarem com um bom copo de vinho orgânico!

O vestido de noiva

Uma noiva requer um belo vestido de noiva, e mesmo num casamento verde, o vestido pode ser um deslumbre. Se a noiva optar por um vestido usado estará a evitar os custos ambientais de fazer outro; a reciclagem faz parte de um casamento verde e o vestido de noiva também pode assumir essa função. Um vestido vintage complementado com uns sapatos de noiva e acessórios modernos será algo único. Se optar por um vestido novo, o objetivo será escolher um em tecidos naturais como a seda ou o algodão orgânico. No final do casamento doar o vestido de noiva a uma instituição ou vendê-lo e doar o dinheiro a uma instituição será muito significativo, ajudar outros com a felicidade dos noivos, também pode ser o símbolo de um bonito casamento verde.

Decoração

A decoração convém ser natural. Optar por flores orgânicas para decorar a cerimónia de casamento ou para a receção, é fundamental. O ramo da noiva, a flor da lapela do noivo, deve ser tudo orgânico. Optar por velas de soja, orgânicas será uma boa escolha para complementar a decoração do casamento. Os cartões ou placar de localização dos convidados podem ser feitos com flores, pedras da praia, ou em elementos naturais, evitando assim usar papel.

Menu e bebidas

O máximo orgânico que conseguirem! Se o casamento verde é uma máxima, então usar produtos de cooperativas locais, biológicos, como fruta, carnes, legumes, vinho, tudo biológico, e complementando tudo com café oriundo de comércio justo, é perfeito. Optem por produtos regionais e ajudem empresas locais a prosperar. Pesquisem um catering ou local que vos ofereça estas condições e, se não existirem, coloquem mãos à obra e tratem de descobrir fornecedores que vos possam ajudar a conseguir celebrar um casamento verde. No final de tudo, relativamente à comida que sobrar, tratem de a oferecer a uma instituição de solidariedade social.

Bolo de casamento

O bolo de casamento requer beleza e sabor, e para um bom sabor nada como ingredientes biológicos para o confecionar e, para lhe conferir beleza, nada como flores e frutos orgânicos para o decorar. 

Oferecer lembranças e brindes de casamento

Ideias sempre verdes: chocolates biológicos ou oriundos do comércio justo, sementes de flores biológicas, uma planta envasada, velas de soja, um donativo a uma instituição de solidariedade social em nome dos convidados, tudo são opções ideias para um casamento verde.

Lua-de-mel

Nada como terminar com um começo de vida a ajudar os outros. Passarem uma parte da lua-de-mel num país a ajudar os outros, pode muito bem ser uma opção a considerar.

A sua votação: